quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Uma Tarde na Amadora BD

Tudo surgiu com uma ideia. Para a tarde do concurso nacional de Cosplay da Amadora BD (ou FIBDA 2009) o Carlos Pedro (desenhador dos livros Super Pig #1, #2, #4 da Kingpin Books) propõe-me um boa combinação entre treino de mão e ajuda à Kingpin. Quem comprar algo na sua banca tem direito a um desenho de um personagem manga à escolha. Não tive como recusar este desafio delicioso, apesar de todos os meus receios de desenhadora inexperiente. Infelizmente não tive a lucidez de levar uma máquina fotográfica para ir tirando fotos aos desenhos que ía fazendo (não me posso queixar, já tinha decidido que tinha que me desapegar mais dos meus desenhos, foi à bruta, mas não doeu para minha surpresa). Ainda bem que eramos dois, porque a afluência foi enorme! Três horas e meia a desenhar non-stop serviu para me dar um bom safanão (que já estava a precisar).
Nos dias de nervosismo que se antecederam, decidi treinar um pouco e fiz estas duas páginas. A segunda foi-me raptada pelo (entre muitos outros títulos) Arte-Finalista Mário Freitas cujos esboços a grafite são irresistíveis às suas canetas e, no seu impulso de arte-finalizador, pergunta-me - "Posso inkar os teus desenhos?". Negá-lo seria como negar um chupa a uma criança, foi muito divertido pois como vêm o seu impulso foi mais longe e não resistiu às aguarelas do Carlos Pedro (que além de inkar os desenhos que dava também os aguarelou!). O resultado foi este, nada mau para quem não está habituado ao material (muito difícil por sinal)!

It all came from an idea. For the event of Amadora BD Cosplay contest, Carlos Pedro (Super Pig #1, #2, #4 artist) invited me to what would be a training for the hand with the purpose of promoting Kingpin Books. Who bought something on the stand also won a free drawing of a manga character. In spite of all my fears due to my inexperience, I couldn’t refuse such a delicious challenge. Unfortunately I had not the clearness of mind to bring a camera to photograph the drawings I gave (can not complain, I had already decided I should be more unattached to my drawings. It was sudden, but for my surprise it didn’t hurt). I’m glad we were two, there were so many people! Tree and a half hour of non-stop drawing was enough to shake me (witch I needed from some time).
In the nerve wrecking days that preceded the event, I decided to train, and I made these two pages. The second one was kidnapped from me by the (among many other titles) Inker Mário Freitas. Sketches are irresistible to him, and in his inker impulse he asked me – “Can I ink your drawings?” To deny it was as if denying a candy to a child, it was very amusing, as you can see his impulse was further for he couldn’t resist Carlos Pedro watercolours (besides inking, Carlos also water-coloured his drawings!). This was the final outcome, not bad at all, for someone who is not used to this kind of material (very hard to handle)!

1 comentário: